Museu do Pontal celebra a potência cultural da Zona Oeste, no Rio

Rio de Janeiro, RJ — Durante o mês de maio, artistas e coletivos do território onde o museu está inserido vão ocupar a instituição com oficinas e espetáculos gratuitos

Cia 2 Banquinhos — Foto: Guapoz

Inaugurada há apenas sete meses, a nova sede do Museu do Pontal na Barra da Tijuca já recebeu mais de 20 mil visitantes e vem se consolidando como um dos principais equipamentos culturais da cidade. Durante o mês de maio, toda a programação oferecida gratuitamente aos fins de semana irá celebrar a potência cultural da Zona Oeste. 
Artistas e coletivos da região irão ocupar o Museu do Pontal com atividades alinhadas ao propósito da instituição de valorizar a cultura popular brasileira em suas mais variadas manifestações. Estão programadas oficinas de pipas e de dança, performance circense, lançamento literário e muito mais.
"Dedicar um mês inteiro à Zona Oeste é uma forma de dar visibilidade à riqueza e diversidade da produção cultural do território onde o Museu está inserido. Há muitos anos convivemos com agentes e público da região, mas na nova sede temos mais espaço, estrutura e apoio para fortalecer esse relacionamento por meio de diversas iniciativas", conta o diretor executivo da instituição, Lucas Van de Beuque.
O objetivo de fortalecer a intensa produção cultural da Zona Oeste foi reforçado com um novo parceiro do Museu, a Ternium. Localizada na Zona Oeste, em Santa Cruz, a empresa tornou-se patrocinadora da instituição em 2022, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. Além de apostar no projeto de visibilização de artistas, grupos e outras expressões da região, a Ternium patrocina um programa de estágio especial, voltado para universitários residentes em Santa Cruz.
"Nosso desejo é somar, criando um ambiente arejado de trocas de experiências, no qual os estudantes também se sintam estimulados a pensar e refletir sobre como as práticas museais presentes num museu de arte brasileira, como o Museu do Pontal, podem colaborar para a dinâmica cultural da região.”, conta a diretora cultural do Museu, Angela Mascelani. Nesta primeira etapa, dois estudantes foram selecionados para um estágio de 11 meses.

Cia 2 Banquinhos — Foto: Estúdio Save As

Outra ação em parceria com a Ternium é a formação de professores e educadores de Santa Cruz, que também ocorrerá em maio. "Entendemos que trazer ações do Museu de arte popular brasileira para fomentar a cultura na comunidade de Santa Cruz e na região da Zona Oeste reforça nossa política de incentivo a iniciativas voltadas para o desenvolvimento do território e faz com que indústria e comunidade cresçam juntas", afirma Fernanda Candeias, gerente de Relações com a Comunidade da Ternium.
As seis exposições em cartaz – “Novos Ares! Pontal Reinventado” – também oferecem obras e jogos interativos para todas as idades, como o jogo digital interativo de danças brasileiras, em que o participante aprende passos de frevo, jongo, carimbó, chula ou funk. Ao final, o novo bailarino é avaliado e sua nota é enviada por e-mail, junto com um vídeo da brincadeira.
Recomenda-se a reserva antecipada para as exposições e atividades de sábado e domingo com antecedência, basta acessar https://site.bileto.sympla.com.br/museudopontal/.  Se não conseguir, não se preocupe. O Museu sempre reserva uma cota para retirada na recepção.
O Museu do Pontal abriga ainda a cafeteria Divino Café e a loja de arte popular brasileira GIM Galeria Imaginária, com obras e peças de design de artistas populares contemporâneos.
O Museu do Pontal, por meio da lei federal de incentivo à cultura, tem o Instituto Cultural Vale como patrocinador estratégico. BNDES, Itaú, Repsol Sinopec e Ternium, também por meio da lei de incentivo, e ainda a Prefeitura do Rio, são os patronos da instituição.
Além das atividades especiais da ocupação Zona Oeste, o Museu do Pontal segue oferecendo Visitas Musicadas e Baú de brinquedos populares todos os fins de semana. 

Sessão de Contação de Histórias 'Vou visitar a mamãe' — Foto: Divulgação

PROGRAMAÇÃO EDUCATIVA CULTURAL DOS DIAS 7 E 8 DE MAIO

SÁBADO, DIA 7 DE MAIO

11h e 15h – Visita Musicada pela Arte e Cultura Popular Brasileira

12h e 17h – Baú de Brinquedos

16h – Arte do Cotidiano 
Criada em 2008 no bairro da Taquara, a Cia 2 Banquinhos é um grupo de arte de rua e palhaçaria que tem como missão inspirar transformações positivas, encantando artisticamente o cotidiano das pessoas através do riso. Nesta atividade, eles vão ocupar diferentes espaços do museu e surpreender o público com muita arte e brincadeiras.

DOMINGO, DIA 8 DE MAIO

11h e 15h – Visita Musicada pela Arte e Cultura Popular Brasileira

12h e 17h – Baú de Brinquedos

16h – Contação de histórias em homenagem às mães: "Vou visitar a mamãe"
No Dia das Mães, a escritora e contadora de histórias original do bairro de Santa Cruz, Cláudia Gomes da Cunha, presta homenagem a elas com a narrativa "Vou visitar a mamãe".  Na história, ela se arruma para visitar a mãe, que mora em outro estado. Enquanto faz (ou desfaz?) a mala, relembra momentos com a mãe e cantigas populares.

Sessão de Contação de Histórias 'Vou visitar a mamãe' — Foto: Divulgação

TOME NOTA: Museu do Pontal 

Local: Museu do Pontal
Endereço: Avenida Celia Ribeiro da Silva Mendes, 3.300, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, CEP 22790-711 [ao lado do condomínio Alphaville Residências]
Horários: Quinta a domingo, das 10h às 18h (o acesso às exposições se encerra às 17h30, meia hora antes do horário de fechamento do Museu)
Ingressos: https://site.bileto.sympla.com.br/museudopontal/, onde se pode garantir o ingresso, gratuito ou com contribuição voluntária
Informação adicional: O acesso aos espaços expositivos é limitado, e para maior segurança recomenda-se o agendamento prévio. 
Observação: Este ingresso dá acesso às exposições do Museu do Pontal. Para as atividades especiais dos fins de semana é preciso retirar ingressos separadamente. Veja na nossa página principal da Sympla (https://site.bileto.sympla.com.br/museudopontal/) os eventos disponíveis. Para as Visitas Musicadas os ingressos são emitidos apenas na recepção do museu.

Canais digitais: 
Instagram: @museudopontal

Postar um comentário

0 Comentários